Muitas mudanças, muitas alegrias

girafa_baloes

No caminho da adoção, é comum ouvir: “Eu ainda não montei o quartinho”, ou “Ainda não fiz isso e aquilo”, “para não me frustrar”.

Eu ainda sou super iniciante nesse caminho, mas já notei que o medo de se frustrar é uma constante. Por que tanto medo? Do que temos medo?

Bom, basicamente, há o medo de não conseguir se habilitar para o Cadastro Nacional de Adoção e o medo de não estar à altura da maternidade ou da paternidade, medo da família não apoiar, medo dos filhos  biológicos não aceitarem etc.

Mas acho que o pior medo acontece quando você já tem uma criança em vista, com a qual tem um vínculo forte, e que deseja adotar. O medo é imenso, pois pode acontecer da criança não estar apta à adoção, de alguém estar também interessado nela e estar na sua frente na fila de adoção, pode ser que, por algum motivo, aquela criança específica não possa ser adotada por você.

Isso, eu acho, é o que gera o maior medo da frustração. Eu acho meio que um contra-senso, porque, se houve um vínculo forte, vamos dizer, se você visitou um abrigo e conheceu uma criança lá, e entrou na fila de adoção para adotá-la, acho que esses casos deveriam ser vistos com muito carinho pelo poder público. Porque esse vínculo é fundamental.

Lógico que é preciso respeitar todos os trâmites, a pessoa precisa passar por todas as avaliações etc., mas que ela pudesse ter certa prioridade por ter esse sentimento mais forte pela criança. Também deve ser observado se a criança retribui esse afeto, e se houve ou não compatibilidade (outra fonte de ansiedade para os pretendentes a adotá-la).

Eu também tenho medos assim, pois tenho uma criança em vista. Mas procuro me acalmar, e dou um passo de cada vez, confiando que tudo acontecerá da maneira mais feliz.

Também fiz alterações importantes na minha vida para me preparar para ser mãe.

Mudei-me para um apartamento maior, de dois quartos, mais arejado, iluminado, mais espaçoso, com um bom condomínio, parquinho e mais tranquilidade.

Entrei no consórcio de um carro, pois quero dar mais conforto para a criança e para mim. E também estou mudando minhas listas de prioridades, investindo em coisas diferentes.

Apesar de eu saber que não é o mais indicado, já comecei a preparar o quartinho da criança. São coisas simples, até porque ainda não sei o sexo e a idade com certeza, nem a personalidade. Mas já tem cama, guarda-roupa e quadrinhos na parede. Quero também pôr um tapete fofo, almofadas, uma escrivaninha e canto de leitura, mas isso fica para mais tarde, por questões de orçamento e também porque não quero dar um susto na assistente social que vem aqui me visitar e pode pensar que estou criando expectativas — não que esteja 😀 Tá bem, estou um pouco… mas é meio que impossível não criar expectativas…

De toda forma, confio que a cada passo do caminho, ficarei bem, haja o que houver. Não dá para entrar no caminho da adoção – da maternidade – com medo. Há medos, mas o amor e a vontade são mais fortes.

 

Advertisements

One thought on “Muitas mudanças, muitas alegrias

  1. Oiiii, adorei ver se vc esta super se preparando, ja até montou o quartinho 🙂 , acho que cada um tem que agir da forma que te faz bem!

    Então, o problema maior de ir em um abrigo e se apaixonar por uma criança é que a grande maioria, muito mais do que a metade das crianças que estão em abrigos não estão disponíveis para adoção.
    Por isso não é indicado que se vá com esse intuito, porque com certeza a chance de frustração, de vc se apaixonar por uma criança que nem esta para adoção é imensa infelizmente.
    Obviamente toda regra tem sua exceção né, e isso pode acontecer, ainda mais se essa criança tiver acima de 5 anos ou tiver irmãos e já estiver destituída da família(o que a maioria não esta), ai é possível, existem até casos sobre isso.

    Por incrível que pareça eu não tenho medo de algo dar errado nem nada, o que eu tenho é ansiedade para me habilitar logo e na medida do possível(pq a gente sabe que dependendo do perfil e da região pode demorar bastante mesmo) acho que pós habilitação vou ficar com o coração na mão tds os dias esperando o telefone tocar kkk,

    Eu acredito que elas virão na hora certa, do jeito certo e se for p ser um caso específico e raro será!!..estou super na torcida por vc!

    Por ai vc tem previsão da habilitação?

    Bjooo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s